Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

28/05/2016

Caminho do meio


Não gosto de radicalidades, embora muitas vezes eu tenha sido radical. Mas justamente porque o resultado não foi feliz, que tenho trabalhado esse lado na minha vida. Nesse ponto, acredito que amadureci um tiquinho.

Há tantos pensamentos que rolam por aí, tipo: "Quem ama não desiste", "Se a pessoa não te procura é porque não precisa de você", etc. Se refletirmos bem, quantas vezes também temos que desistir ou ceder por amor? Quantas vezes não procuramos alguém, mesmo precisando, porque estamos em dificuldades, ou simplesmente, envergonhados?

Nem todas as cores são apenas preto e branco. Nem todas as medidas ficam no máximo ou no mínimo. Vejo o caminho do meio como um caminho ideal. Isso não significa viver em cima do muro, mas sim, ser flexível como um bambu, que mesmo se curvando humildemente de lá para cá, não quebra, pois tem raízes profundas e fortes.
Gratidão
Author Image

Meri Pellens
Cristã, mãe e blogueira com necessidades físicas especiais. Busco viver cada dia como único, valorizando todos os momentos com olhos fitos no Senhor. Amo trabalhar com blogs e artes digitais.

5 comentários:

  1. Linda reflexão essa e a radicalidade realmente não nos leva a bom termo! Gostei! bjs, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  2. Minha amiga, equilíbrio é muito bom, quando vem do coração, aí não tem erro, é só ouvir a voz interior, e vc é um grande bambu!
    Uma ótima semana e bjokas nas princesas!

    ResponderExcluir
  3. Querida Meri nada melhor do que ser ponderado, equilíbrio é tudo nesta vida.
    Devemos sempre parar,pensar,ouvir e partir para a luta.
    Uma linda semana a voce.
    Meu carinhoso abraço.
    Bju de paz.

    ResponderExcluir
  4. Há um ditado português que diz "No meio é que está a virtude".
    Estou completamente de acordo e elogio tudo o que escreveu.

    Um beijinho

    ResponderExcluir