Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

15/12/2014

A Pérola Valiosa



Quem é aquele que encontrou a pérola valiosa?*

Que vendeu tudo que possuía para comprá-la?

Ah, o Senhor Jesus sabe muito bem o que diz!

Pois aquele que é tocado por seu Amor

é como o que achou pérola de grande valor.

Os prazeres do mundo perdem todo brilho.

O doce torna-se amargo, e o amargo, doce.

Que outra coisa desejar neste mundo,

quando já se degustou uma amostra do Eterno?

Tudo se deixa pela Pérola Divina,

pois tudo no mundo um dia se finda,

enquanto o que vem do Alto

para sempre permanece.

_________________________________

*Meditando Evangelho de Mateus 13, 45-46.

01/12/2014

Os planos de Deus jamais são frustrados



Uma sábia Irmã que conheci há 20 anos, disse-me, em certa ocasião, que os planos de Deus jamais são frustrados. Disse-me que, se erramos no caminho, Ele o remodela, de modo que ainda assim Seus planos se realizem.

Isso, porém, não serve como desculpa para escolhermos ou permanecermos num caminho que sabemos não ser do agrado de Deus, mas para que, quando percebermos que deveríamos ter agido, decidido ou escolhido diferente, tenhamos confiança Naquele que é o Senhor da História.

Deus sabe até do mal criar meios para que um bem maior se realize. Tenho experimentado isso na minha vida, e só tenho a agradecer. Deus é mesmo muito BOM!!

29/11/2014

Felicidade das felicidades



Não há mais constante e perfeita felicidade que aquela alcançada pela união da nossa alma com a Santíssima Trindade.

Alcançamos essa união por meio da oração perseverante e humilde, pois, na oração, Deus se faz conhecer em nosso íntimo, revelando Seu infinito amor por nós e Sua vontade para nossas vidas.

Uma vez tocados pelo Amor Divino, já não queremos mais outra coisa senão também amá-Lo, cumprindo Sua vontade com alegria, como também ainda conhece-Lo cada vez mais.

23/11/2014

Minha consagração pessoal à Deus

Hoje fiz, livremente, de modo privado e com grande alegria, a seguinte consagração:

Eu, Rosemeri C. Pellens, apesar dos meus pecados, prostro-me aos Vossos pés, Trindade Santíssima, e rogo-Vos, humildemente, a que digneis acolher todo o meu ser, em união com o Sacratíssimo Coração de Jesus e por meio do Imaculado Coração de Maria, como coisa e propriedade vossa, e fazer de mim, de todas as minhas potências espirituais e corporais, de toda a minha vida, morte e eternidade, o que for do Vosso beneplácito.
Dispondo de mim, sem restrições, se assim Vos aprouver, para que eu me torne, em Vossas mãos santíssimas, um instrumento apto para enxertar e ajudar a crescer vigorosamente, para a Vossa glória, tantas almas transviadas e indiferentes, contribuindo deste modo para dilatar, cada vez mais, o Reino do Sacratíssimo Coração de Jesus, meu Salvador, meu Rei, meu Bom Pastor, meu TUDO!
Ao mesmo tempo, renovo, com esta consagração, o meu SIM ao Vosso chamado de servir-Vos e amar-Vos, mais exclusivamente, em castidade total e para sempre.
Ó Deus de amor imensurável, tudo espero de Vós: perdão, conversão, santidade.
Defendei-me com Vossa Onipotente Misericórdia de todos os inimigos, especialmente daqueles que escondem a própria maldade sob a máscara da virtude. Amém.
Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Deus seja bendito!

01/11/2014

Solenidade de Todos os Santos



" 'Vi uma grande multidão que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas. Estavam de pé diante do Trono e diante do Cordeiro, de vestes brancas e palmas na mão.' (Ap 7, 9)

A visão narrada por são João Evangelista, no Apocalipse, fala dos santos aos quais é dedicado o dia de hoje. A Igreja de Cristo possui muitos santos canonizados e a quantidade de dias do calendário não permite que eles sejam homenageados com exclusividade. Além desses, a Igreja tem, também, muitos outros santos sem nome, que viveram no mundo silenciosamente e na nulidade, carregando com dignidade a sua cruz, sem nunca ter duvidado dos ensinamentos de Jesus.


Enfim, santos são todos os que foram canonizados pela Igreja ao longo dos séculos e também os que não foram e nem sequer a Igreja conhece o nome e que nos precederam em vida na terra perseverando na fé em Cristo.

Portanto, são mesmo multidões e multidões, porque para Deus não existe maior ou menor santidade. Ele ama todos do mesmo modo. O que vale é o nosso testemunho de fidelidade e amor na fé em seu Filho, o Cristo, e que somente Deus conhece.

Como mesmo entre os canonizados muitos santos não têm um dia exclusivo para sua homenagem, a Igreja reverencia a lembrança de todos, até os sem nome, numa mesma data. A celebração começou no século III, na Igreja do Oriente, e ocorria no dia 13 de maio.

A festa de Todos os Santos ocorreu pela primeira vez em Roma, no dia 13 de maio de 69, quando o papa Bonifácio IV transformou o Panteão, templo dedicado a todos os deuses pagãos do Olimpo, em uma igreja em honra à Virgem Maria e a Todos os Santos.

A mudança do dia começou com o abade inglês Alcuíno de York, professor de Carlos Magno, perto do ano 800. Os pagãos celtas entendiam o dia 1º de novembro como um dia de comemoração que anunciava o início do inverno. Quando eles se convertiam, queriam continuar com a tradição da festa. Assim, a veneração de Todos os Santos lembrando os cristãos que morreram em estado de graça foi instituída no dia primeiro de novembro.

O papa Gregório IV, em 835, fixou e estendeu para toda a Igreja a comemoração em 
 de novembro. Oficialmente, a mudança do dia da festa de Todos os Santos, de 13 de maio para  de novembro, só foi decretada em 1475, pelo papa Xisto IV. Mas o importante é que a solenidade de Todos os Santos enche de sentido a homenagem de Todos os Finados, que ocorre no dia seguinte." - Por: Dom total.

28/10/2014

Simão e Judas Tadeu, Apóstolos



"Judas, apóstolo que celebramos hoje, para não ser confundido com Judas Iscariotes, "apóstolo da perdição", o traidor de Jesus, foi chamado nos evangelhos de Judas Tadeu. O nome Judas vem de Judá e significa festejado. Tadeu quer dizer peito aberto, destemido, melhor ainda, magnânimo.

Era natural de Caná da Galiléia, na Palestina, filho de Alfeu, também chamado Cléofas, e de Maria Cléofas, ambos parentes de Jesus. O pai era irmão de são José; a mãe, prima-irmã de Maria Santíssima. Portanto Judas era primo-irmão de Jesus e irmão de Tiago, chamado o Menor, também discípulo de Jesus.

Os escritos cristãos dessa época revelam mesmo esse parentesco, uma vez que Judas Tadeu seria um dos noivos do episódio que relata as bodas de Caná, por isso Jesus, Maria e os apóstolos estariam lá.

Na Bíblia, ele é citado pouco, mas de maneira importante. No evangelho de Mateus, vemos que Judas Tadeu foi escolhido por Jesus. Enquanto nas escrituras de João ele é narrado mais claramente. Na ceia, Judas Tadeu perguntou a Jesus: "Mestre, por que razão deves manifestar-te a nós e não ao mundo?" Jesus respondeu-lhe que a verdadeira manifestação de Deus está reservada para aqueles que o amam e guardam a sua palavra. Também faz parte do Novo Testamento a pequena Carta de São Judas, a qual traz os fundamentos para perseverar no amor de Jesus e adverte contra os falsos mestres.

Após ter recebido o dom do Espírito Santo, Judas Tadeu iniciou sua pregação na Galiléia. Realizou inúmeros milagres em sua caminhada pelo Evangelho. Depois, foi para a Samaria e, próximo do ano 50, tomou parte no primeiro Concílio, em Jerusalém. Em seguida, continuou a evangelizar na Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia, onde encontrou Simão, e passaram a viajar juntos.

Conta a tradição que percorreram juntos as doze províncias do Império Persa, nas quais converteram muitos pagãos. Ainda segundo essa fonte, os dois apóstolos foram torturados e mortos no mesmo dia, por pagãos perseguidores. Por isso a Igreja manteve a mesma data para as duas homenagens.

Ao certo, o que sabemos é que o apóstolo Judas Tadeu tornou-se um mártir da fé, isto é, morreu por amor a Jesus Cristo. A sua pregação e o seu testemunho eram tão intensos que os pagãos se convertiam. Os sacerdotes pagãos, furiosos, mandaram assassinar o apóstolo, a golpes de bastões, lanças e machados. Tudo teria acontecido no dia 28 de outubro de 70.

Os restos mortais, guardados primeiro no Oriente Médio e depois na França, agora são venerados em Roma, na Basílica de São Pedro. Considerado pelos cristãos o santo intercessor das causas impossíveis, foi a partir da devoção de santa Gertrudes que essa fama ganhou força no mundo católico. Ela, em sua biografia, relatou que Jesus lhe aconselhou invocar são Judas Tadeu até nos "casos mais desesperados". Depois disso, aumentou o número de devotos do seu poder de resolver as causas que parecem sem solução. Diz a tradição que não há um devoto que tenha pedido sua ajuda e não tenha sido atendido.

A festa de são Judas Tadeu é celebrada no dia 28 de outubro, tanto na Igreja ocidental como na oriental. No Brasil, é um evento que altera toda a rotina do país, pois são multidões de católicos que querem agradecer e celebrar o querido santo padroeiro nas igrejas. 


Simão é, talvez, o mais desconhecido dos apóstolos. Aliás, na Bíblia mesmo, recebeu apelidos para ser diferenciado de Simão Pedro. Ele é chamado de Simão, "o cananeu", pelos apóstolos Mateus e Marcos. Alguns estudiosos cristãos entendem que este "cananeu" pode ser uma referência a Canaã, a terra de Israel.

Mas quando Lucas, no seu Evangelho, o chama de "o zelote", parece querer indicar que Simão pertencera ao partido judeu radical que tinha o mesmo nome. Os radicais zelotes pregavam a luta armada contra os dominadores. Como se vê, Jesus queria, mesmo, um colegiado de doze apóstolos que representassem todas as correntes políticas e religiosas da época.

Sabe-se que Simão, como todos os outros apóstolos dos primeiros tempos do cristianismo, depois do Pentecostes percorreu caminhos pregando o Evangelho sem nada levar consigo. Operou muitos milagres, curou enfermos, limpou leprosos e expulsou espíritos maus." - Por: Dom Total

26/10/2014

Louvor do entardecer



Tardezinha chega,

O sol se despede.

Teus filhos, Senhor,

Louvores Te erguem:

A Ti, oh, Senhor,

O nosso louvor.

Criaturas todas

Cantai ao Senhor.
*

Teu Nome é Santo,

Aquece a alma.

Gravado no peito,

Abrasa e restaura.

Glória ao Senhor,

Nosso Salvador,

Que nos dedicou

Tão grande amor.

*

A Ti toda honra,

Louvor e a glória,

Que a cada dia

Nos dás a vitória.

Oh, Pai Criador,

Jesus Redentor,

Espírito Santo

Satificador.

23/10/2014

Não sabemos pedir como convém



Da Carta a Proba, de Santo Agostinho, bispo.
(Ep.130,14,25-26: CSEL 44,68-71) (Séc.V)

"Talvez ainda indagues por que o Apóstolo disse: Não sabemos pedir o que nos convém (Rm 8,26) . Pois de modo algum se pode crer que ele ou aqueles a quem dizia isto ignorassem a oração dominical.

O Apóstolo não se excluiu desta ignorância. Talvez não tivesse conhecido como convinha orar, quando pela grandeza das revelações lhe foi dado um espinho na carne, um anjo de Satanás para esbofeteá-lo. Por este motivo rogou por três vezes ao Senhor que o livrasse e, na verdade, não sabia orar o que convinha.Por fim ouviu a resposta de Deus por que não atendia ao que lhe pedia tão grande homem e por que não lhe era conveniente: Basta-te a minha graça, porque a força se perfaz na fraqueza (2Cor 12,9).
Portanto, nas tribulações que tanto podem ser proveitosas quanto prejudiciais, não sabemos o que pedir como convém. No entanto, por serem duras, desagradáveis, contrárias ao modo de sentir de nossa fraqueza, pelo anseio humano universal, rogamos que sejam afastadas de nós. Contudo temos de ter confiança no Senhor, nosso Deus, e, se não as retira, não pensemos logo que nos abandona, mas antes que, por suportar generosamente os males, podemos esperar maiores bens. Assim a força se perfaz na fraqueza.

Estas coisas foram escritas para que não aconteça que alguém se tenha em alta conta, se for atendido quando pede com impaciência algo que lhe seria mais proveitoso não alcançar. Ou desanime e desespere da divina misericórdia, se não for atendido, quando talvez peça aquilo que lhe será causa de mais atrozes aflições ou o corromperá pela prosperidade e o fará perder-se inteiramente. Em todas estas coisas não sabemos orar como convém.

Por este motivo, se nos acontece o contrário do que pedimos, não há que duvidar ser muito melhor suportar com paciência e, dando graças por tudo, porque foi a vontade de Deus que se fez e não a nossa. Pois o próprio Mediador nos deu exemplo ao dizer: Pai, se for possível, afaste-se de mim este cálice, mas logo, mudando em si a vontade humana assumida pela encarnação, acrescentou: Porém não o que eu quero, mas o que tu queres, Pai (Mt 26,39). Por isto, com toda a razão, pela obediência de um, muitos foram constituídos justos (cf. Rm 5,19)."

22/10/2014

São João Paulo II



"Nascido Karol Józef Wojtyła, em 18 de maio de 1920, João Paulo II (nome que escolheu quando eleito papa), foi o papa e líder mundial da Igreja Católica Apostólica Romana e Soberano da Cidade do Vaticano de 16 de Outubro de 1978 até a sua morte.

Teve o terceiro maior pontificado documentado da história; depois dos papas São Pedro, que governou por cerca de trinta e sete anos, e Pio IX, que governou por trinta e um anos. Foi o único Papa eslavo e polaco até a sua morte, e o primeiro Papa não-italiano desde o neerlandês Papa Adriano VI em 1522.

João Paulo II foi aclamado como um dos líderes mais influentes do século XX. Teve um papel fundamental para o fim do comunismo na Polónia e talvez em toda a Europa, bem como significante na melhora das relações da Igreja Católica com o judaísmo, Islã, Igreja Ortodoxa, religiões orientais e a Comunhão Anglicana.

Foi um dos líderes que mais viajaram na história, tendo visitado 129 países durante o seu pontificado. Sabia se expressar em italiano, francês, alemão, inglês, espanhol, português, ucraniano, russo, servo-croata, esperanto, grego clássico e latim, além do polaco, sua língua materna. Como parte de sua ênfase especial na vocação universal à santidade, beatificou 1.340 pessoas e canonizou 483 santos, quantidade maior que todos os seus predecessores juntos pelos cinco séculos passados.

Em 2 de abril de 2005, faleceu devido a sua saúde débil e o agravamento da doença de Parkinson. Em 19 de Dezembro de 2009 João Paulo II foi proclamado "Venerável" pelo seu sucessor papal, o Papa Bento XVI. Foi proclamado Beato em 1 de Maio de 2011 pelo Papa Bento XVI na Praça de São Pedro no Vaticano. Em 27 de abril de 2014, numa cerimônia inédita presidida pelo Papa Francisco, e com a presença do Papa Emérito Bento XVI, foi declarado Santo juntamente com o Papa João XXIII; sua festa litúrgica celebrar-se-a no dia 22 de outubro." - Fonte: pt.wikipedia.org.

São João Paulo II, rogai por nós!

16/10/2014

Santa Margarida Maria Alacoque



"Deus suscitou este luzeiro, ou seja, portadora da luz, que é Cristo, num período em que na Igreja penetrava as trevas do Jansenismo (doutrina que pregava um rigorismo que esfriava o amor de muitos e afastava o povo dos sacramentos). O nome de Santa Margarida Maria Alacoque está intimamente ligado à fervorosa devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Nasceu na França em 1647, teve infância e adolescência provadas, sofridas. Órfã de pai e educada por Irmãs Clarissas, muito nova pegou uma estranha doença que só a deixou depois de fazer o voto à Santíssima Virgem.

Com a intercessão da Virgem Maria, foi curada e pôde ser formada na cultura e religião. Até que provada e preparada no cadinho da humilhação, começou a cultuar o Santíssimo Sacramento do Altar e diante do Coração Eucarístico começou a ter revelações divinas.


“Eis aqui o coração que tanto amou os homens, até se esgotar e consumir para testemunhar-lhe seu amor e, em troca, não recebe da maior parte senão ingratidões, friezas e desprezos”. As muitas mensagens insistiram num maior amor à Santíssima Eucaristia, à Comunhão reparadora nas primeiras sextas-feiras do mês e à Hora Santa em reparação da humanidade.

Incompreendida por vários, Margarida teve o apoio de um sacerdote, recebeu o reconhecimento do povo que podia agora deixar o medo e mergulhar no amor de Deus. Leão XIII consagrou o mundo ao Sagrado Coração de Jesus e o Papa Pio XIII recomendou esta devoção que nos leva ao encontro do Coração Eucarístico de Jesus. Santa Margarida Maria Alacoque morreu em 1690 e foi canonizada pelo Papa Bento XV em 1920.

Santa Margarida Maria Alacoque, rogai por nós!" - Por: Canção Nova.


Consagração ao Sagrado Coração de Jesus

15/10/2014

Santa Teresa D'Ávila


"Nunca um santo ou santa mostrou-se tão "carne e osso" como Teresa d'Ávila, ou Teresa de Jesus, nome que assumiu no Carmelo. Nascida no dia 28 de março de 1515, seus pais, Alonso Sanchez de Cepeda e Beatriz d'Ávila y Ahumada, a educaram, junto com os irmãos, dentro do exemplo e dos princípios cristãos. Aos sete anos, tentou fugir de casa e peregrinar ao Oriente para ser martirizada pelos mouros, mas foi impedida. A leitura da vida dos santos mártires tinha sobre ela uma força inexplicável e, se não fossem os parentes terem-na encontrado por acaso, teria fugido, levando consigo o irmão Roderico.
Órfã de mãe aos doze anos, Teresa assumiu Nossa Senhora como sua mãe adotiva. Mas o despertar da adolescência a levou a ter experiências excessivas ao lado dos primos e primas, tornando-se uma grande preocupação para seu pai. Aos dezesseis anos, sua atração pelas vaidades humanas era muito acentuada. Por isso, ele a colocou para estudar no colégio das agostinianas em Ávila. Após dezoito meses, uma doença grave a fez voltar para receber tratamento na casa de seu pai, o qual se culpou pelo acontecido.

Nesse período, pela primeira vez, Teresa passou por experiências espirituais místicas, de visões e conversas com Deus. Todavia as tentações mundanas não a abandonavam. Assim atormentada, desejando seguir com segurança o caminho de Cristo, em 1535, já com vinte anos, decidiu tornar-se religiosa, mas foi impedida pelo pai. Como na infância, resolveu fugir, desta vez com sucesso. Foi para o Convento carmelita da Encarnação de Ávila.

Entretanto a paz não era sua companheira mais presente. Durante o noviciado, novas tentações e mais o relaxamento da fé não pararam de atormentá-la. Um ano depois, contraiu outra doença grave, quase fatal, e novamente teve visões e conversas com o Pai. Teresa, então, concluiu que devia converter-se de verdade e empregou todas as forças do coração em sua definitiva vivência da religião, no Carmelo, tomando o nome de Teresa de Jesus.

Aos trinta e nove anos, ocorreu sua "conversão". Teve a visão do lugar que a esperaria no inferno se não tivesse abandonado suas vaidades. Iniciou, então, o seu grande trabalho de reformista. Pequena e sempre adoentada, ninguém entendia como conseguia subir e descer montanhas, deslocar-se pelos caminhos mais ermos e inacessíveis, de convento em convento, por toda a Espanha. Em 1560, teve a inspiração de um novo Carmelo, onde se vivesse sob as Regras originais. Dois anos depois, fundou o primeiro Convento das Carmelitas Descalças da Regra Primitiva de São José em Ávila, onde foi morar.

Porém, em 1576, enfrentou dificuldades muito sérias dentro da Ordem. Por causa da rigidez das normas que fez voltar nos conventos, as comunidades se rebelaram junto ao novo geral da Ordem, que também não concordava muito com tudo aquilo. Por isso ele a afastou. Teresa recolheu-se em um dos conventos e acreditou que sua obra não teria continuidade. Mas obteve o apoio do rei Felipe II e conseguiu dar seqüência ao seu trabalho. Em 1580, o papa Gregório XIII declarou autônoma a província carmelitana descalça.

Apesar de toda essa atividade, ainda encontrava espaço para transmitir ao mundo suas reflexões e experiências místicas. Na sua época, toda a cidade de Ávila sabia das suas visões e diálogos com Deus. Para obter ajuda, na ânsia de entender e conciliar seus dons de espiritualidade e as insistentes tentações, ela mesma expôs os fatos para muitos leigos e não apenas aos seus confessores. E ela só seguiu numa rota segura porque foi devidamente orientada pelos últimos, que eram os agora santos Francisco Bórgia e Pedro de Alcântara, que perceberam os sinais da ação de Deus.

A pedido de seus superiores, registrou toda a sua vida atribulada de tentações e espiritualidade mística em livros como "O caminho da perfeição", "As moradas", "A autobiografia" e outros. Neles, ela própria narra como um anjo transpassou seu coração com uma seta de fogo. Doente, morreu no dia 4 de outubro de 1582, aos sessenta e sete anos, no Convento de Alba de Torres, Espanha. Na ocasião, tinha reformado dezenas de conventos e fundado mais trinta e dois, de carmelitas descalças, sendo dezessete femininos e quinze masculinos.

Beatificada em 1614, foi canonizada em 1622. A comemoração da festa da transverberação do coração de Santa Teresa ocorre em 27 de agosto, enquanto a celebração do dia de sua morte ficou para o dia 15 de outubro, a partir da última reforma do calendário litúrgico da Igreja. O papa Paulo VI, em 1970, proclamou santa Teresa d'Ávila doutora da Igreja, a primeira mulher a obter tal título." - Por: Dom Total.

14/10/2014

Poucas realidades mostram tão bem a presença de Deus



"É bem certo que poucas realidades mostram tão bem a presença de Deus e a marca da sua graça num ser humano como o faz - quase que por transparência - o bom sofredor, o sofredor amoroso, sereno e esquecido de si mesmo." ( Pe. Francisco Faus, "A paciência")

12/10/2014

Nossa Senhora Aparecida



"Não bastasse ser um dos maiores países católicos do planeta, o Brasil tem também um dos maiores centros de peregrinação mariana da cristandade do mundo. Trata-se, é claro, do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida, São Paulo. A cidade foi batizada com o nome da Senhora, "aparecida" das águas, mas o Brasil inteiro também recebeu sua bênção desde o nascimento, graças aos descobridores e colonizadores que a tinham como advogada junto a Deus nas desventuras das expedições. A fé na Virgem Maria cresceu com os séculos e a confiança não esmoreceu, só se fortaleceu.

Em 1717, quando da visita do governador a Guaratinguetá, foi ordenado aos pescadores que recolhessem do rio Paraíba a maior quantidade possível de peixes, para que toda a comitiva pudesse ser alimentada e festejada com uma grande recepção. Todos se lançaram às águas com suas redes. Três deles, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso, partiram juntos com suas canoas e juntos também lançaram as redes por horas e horas, sem pegar um único peixe. De repente, na rede de João Alves apareceu o corpo da imagem de uma santa. Outra vez lançada a rede, e a cabeça da imagem vem também para bordo. A partir daí, os três pescaram tanto que quase afundaram por causa da quantidade de peixes.

A pesca, milagrosa, eles atribuíram à imagem da santa. Ao regressarem foram para a casa de Filipe Pedroso e, ao limparem a imagem com cuidado, viram que se tratava de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, de cor escura. Então, cobriram-na com um manto e a colocaram num pequeno altar dentro de casa, onde passaram a fazer suas orações diárias. A novidade se espalhou e todos da vizinhança acorriam para rezar diante dela. Invocada pelos devotos como "Aparecida" das águas, durante quinze anos seguidos, a imagem ficou na casa da família daquele pescador.

A devoção foi crescendo no meio do povo e muitas graças foram alcançadas por todos aqueles que rezavam diante da imagem. Eram tantos os devotos que acorriam ao local que, em 1732, a família de Filipe construiu o primeiro oratório. Mas a fama dos prodigiosos poderes de Nossa Senhora Aparecida foi se espalhando até atingir todos os recantos do Brasil. Assim, foi necessário, então, construir uma pequena capela, em seguida uma sucessão de outras capelas cada vez maiores. Até que o local se tornou a cidade de hoje. Em 1888, houve a bênção do primeiro templo, que existe até hoje, conhecido como "Basílica Velha".

A primeira grande peregrinação de católicos "de fora", oficial e historicamente registrada, aconteceu em 1900. Eram mil e duzentos peregrinos viajando de trem desde São Paulo, liderados por seu bispo. Atualmente, são milhões de peregrinos vindos, diariamente, de todos os estados do país e de várias outras nações católicas, especialmente das Américas. A atual Catedral-Basílica de Nossa Senhora Aparecida, conhecida como "Basílica Nova", foi consagrada pessoalmente pelo papa João Paulo II, em 1980, quando de sua primeira visita ao Brasil.

Quanto ao amor do nosso povo por Maria, em 1904 a imagem foi coroada, simbolizando a elevação da Senhora como eterna "Rainha do Brasil", com todo o apoio popular. A coroa foi oferecida pela princesa Isabel. Foi também por aclamação popular e a pedido dos bispos brasileiros que, em 1930, o papa Pio XI proclamou solenemente Nossa Senhora Aparecida a "padroeira oficial do Brasil". O dia de sua festa, 12 de outubro, desde 1988 é feriado nacional." - Por: Dom Total

09/10/2014

Tecnologia a serviço do bem



Muita gente reclama e critica a tecnologia achando que só tem afastado as pessoas do caminho do bem; não é o meu caso, que dou graças a Deus por viver nessa era tecnológica.

Eu me sinto muito abençoada por poder ter acesso a celular, computador e principalmente à internet. São esses meios tecnológicos que tem me ajudado a estar mais conectada com as pessoas, trabalho e à Igreja, pois muito raramente posso sair de casa por causa da debilidade física.

Um exemplo: veja ali em cima o link "Liturgia das Horas". É uma bênção! É a uma página do App Católico Orante. Por esse aplicativo podemos rezar a Liturgia das Horas, tanto no celular como no computador. Quem já teve algum contato mais profundo com essa oração, sabe o quanto ela é bela e fecunda. Eu simplesmente AMO!

Enfim, tudo pode ser bom quando direcionado para o bem!

07/10/2014

Nossa Senhora do Rosário



"Nossa Senhora do Rosário (ou Nossa Senhora do Santo Rosário ou Nossa Senhora do Santíssimo Rosário) é o título recebido pela aparição Mariana a São Domingos de Gusmão em 1208 na igreja de Prouille, em que Maria dá o rosário a ele. 

Como bom filho de São Domingos, que havia inculcado tal devoção em seus frades pregadores, o papa recitava cotidianamente o assim chamado Saltério da Virgem, oração simples mas não monótona - assim como não aborrece uma simples palavra de amor repetida seguida e imutavelmente à pessoa amada. 

Em agradecimento pela vitória da Batalha de Muret, Simon de Montfort construiu o primeiro santuário dedicado a Nossa Senhora da Vitória. Em 1572 Papa Pio V instituiu "Nossa Senhora da Vitória" como uma festa litúrgica para comemorar a vitória da Batalha de Lepanto. A vitória foi atribuída a Nossa Senhora por ter sido feita uma procissão do rosário naquele dia na Praça de São Pedro, em Roma, para o sucesso da missão da Liga Santa contra os turcos otomanos no oeste da Europa. Em 1573, o Papa Gregório XIII mudou o título da comemoração para "Festa do Santo Rosário" e esta festa foi estendida pelo Papa Clemente XII à Igreja Universal. Após as reformas do Concilio Vaticano Segundo a festa foi renomeada para Nossa Senhora do Rosário. A festa tem a classificação litúrgica de memória universal e é comemorada dia 7 de outubro, aniversário da batalha. 

A recitação do rosário, já apoiada pelo santo pontífice Pio V, foi estendida à Igreja universal em 1716, porque ela compreende, em certo sentido, todas as festas da Virgem e a vida do Redentor, ao qual Maria foi associada como Co-Redentora. Nos 20 mistérios são propostos aos cristãos outros tantos temas de meditação sobre a vida de Jesus e de Maria. O rosário foi chamado também "o breviário do povo de Deus", que deve ser recitado preferivelmente à noite por toda a família reunida, animada de um único espírito de oração." - Fonte: Dom total

Nossa Senhora do Rosário, rogai por nós!

02/10/2014

"Francisco, reconstrói a Minha Igreja!"



"Filho de comerciantes, Francisco Bernardone nasceu em Assis, na Umbria, em 1182. Nasceu em berço de ouro, pois a família tinha posses suficientes para que levasse uma vida sem preocupações. Não seguiu a profissão do pai, embora este o desejasse. Alegre, jovial, simpático, era mais chegado às festas, ostentando um ar de príncipe que encantava.

Mas mesmo dado às frivolidades dos eventos sociais, manteve em toda a juventude profunda solidariedade com os pobres. Proclamava jamais negar uma esmola, chegando a dar o próprio manto a um pedinte por não ter dinheiro no momento. Jamais se desviou da educação cristã que recebeu da mãe, mantendo-se casto.

Francisco logo percebeu não ser aquela a vida que almejava. Chegou a lutar numa guerra, mas o coração o chamava à religião. Um dia, despojou-se de todos os bens, até das roupas que usava no momento, entregando-as ao pai revoltado. Passou a dedicar-se aos doentes e aos pobres. Tinha vinte e cinco anos e seu gesto marcou o cristianismo. Foi considerado pelo papa Pio XI o maior imitador de Cristo em sua época.

A partir daí viveu na mais completa miséria, arregimentando cada vez mais seguidores. Fundou a Primeira Ordem, os conhecidos frades franciscanos, em 1209, fixando residência com seus jovens companheiros numa casa pobre e abandonada. Pregava a humildade total e absoluta e o amor aos pássaros e à natureza. Escreveu poemas lindíssimos homenageando-a, ao mesmo tempo que acolhia, sem piscar, todos os doentes e aflitos que o procuravam. Certa vez, ele rezava no monte Alverne com tanta fé que em seu corpo manifestaram-se as chagas de Cristo.

Achando-se indigno, escondeu sempre as marcas sagradas, que só foram descobertas após a sua morte. Hoje, seu exemplo muito frutificou. Fundador de diversas ordens, seus seguidores ainda são respeitados e imitados.

Franciscanos, capuchinhos, conventuais, terceiros e outros são sempre recebidos com carinho e afeto pelo povo de qualquer parte do mundo.

Morreu em 4 de outubro de 1226, com quarenta e quatro anos. Dois anos depois, o papa Gregório IX o canonizou. São Francisco de Assis viveu na pobreza, mas sua obra é de uma riqueza jamais igualada para toda a Igreja Católica e para a humanidade. O Pobrezinho de Assis, por sua vida tão exemplar na imitação de Cristo, foi declarado o santo padroeiro oficial da Itália. Numa terra tão profundamente católica como a Itália, não poderia ter sido outro o escolhido senão são Francisco de Assis, que é, sem dúvida, um dos santos mais amados por devotos do mundo inteiro.

Assim, nada mais adequado ter ele sido escolhido como o padroeiro do meio ambiente e da ecologia. Por isso que no dia de sua festa é comemorado o "Dia Universal da Anistia", o "Dia Mundial da Natureza" e o "Dia Mundial dos Animais". Mas poderia ser, mesmo, o Dia da Caridade e de tantos outros atributos. A data de sua morte foi, ao mesmo tempo, a do nascimento de uma nova consciência mundial de paz, a ser partilhada com a solidariedade total entre os seres humanos de boa vontade, numa convivência respeitosa com a natureza." - Por: Dom Total.

Santos Anjos da Guarda



"Deus, que criou todas as coisas, criou também os anjos, para que o louvem, obedeçam e atendam. Criou-os para serem eternamente felizes e para que nos ajudem e guiem, especialmente toda a sua Igreja. Entretanto uma grande parte desses anjos cometeu o grave pecado da soberba, desejando tornar-se iguais ao próprio Criador. Por isso Deus os condenou e os precipitou no inferno, onde permanecerão para todo o sempre. Esses anjos rebeldes são chamados espíritos maus, diabos ou demônios, e têm como chefe Satanás.


Os anjos que ficaram fiéis a Deus são os chamados anjos bons ou simplesmente: anjos. Dentre esses é que Deus escolhe nosso Anjo da Guarda, que é pessoal e exclusivo, cuja função é proteger-nos até o retorno da nossa alma à eternidade. Ele nos ampara e nos defende dos perigos com que os espíritos maus nos tentam, na nossa vida terrena. "Porque aos seus anjos ele mandou que te guardem em todos os teus caminhos, eles te sustentarão em suas mãos, para que não tropeces em alguma pedra" (Sl 90,11-12).

Os Anjos da Guarda estão repletos de dons e privilégios especiais, com uma missão insubstituível ao longo da criação. Eles possuem a natureza angélica espiritual, que é a síntese de toda a beleza e de todas as virtudes de Deus, por isso impossível de ser representada.

Em um dos seus textos, são Francisco de Sales esclarece que a tarefa dos anjos é levar as nossas orações à bondade misericordiosa do Altíssimo e de informar-nos se elas foram atendidas. Assim sendo, as graças que recebemos nos são dadas por Deus, que é o princípio e o fim de nossa vida, através da intercessão de nosso Anjo Bom.


Deus confiou cada criatura a um Anjo da Guarda. Esta é uma verdade que está em várias páginas da Sagrada Escritura e na história das tradições da humanidade, sendo um dogma da Igreja Católica, atualmente também confirmado pelos teólogos. A devoção dos anjos é mais antiga até que a dos próprios santos, ganhando maior vigor na Idade Média, quando os monges solitários receberam a companhia dessas invisíveis criaturas, cuja presença era sentida nas suas vidas de silenciosa contemplação e íntima comunhão espiritual com Deus-Pai.

Todavia o Eterno Guardião, como o Anjo da Guarda também é chamado, tão solicitado e cuidado durante a infância, está totalmente esquecido no cotidiano do adulto, que, descuidando de sua exclusiva e própria companhia, não se apercebe mais de sua angélica presença. Mas este espírito puro continua vigilante, constante dos pensamentos e de todas as ações humanas.

O Anjo da Guarda é um ser mais perfeito e digno do que nós, criaturas humanas. Não podemos ignorá-lo. Devemos amá-lo, respeitá-lo e segui-lo, pois está sempre pronto a proteger-nos, animar e orientar, para cumprirmos a missão da vida terrena, trilhando o caminho de Cristo e, assim, ingressarmos na glória eterna.

A celebração especialmente dedicada aos Anjos da Guarda começou na Espanha, no final do ano 400, propagando-se por toda a Europa em poucos séculos. Antes, ela ocorria no dia 29 de setembro, junto com a do arcanjo Miguel, guardião e protetor por excelência. O dia 2 de outubro foi fixado em 1670, pelo papa Clemente X, para celebrar separadamente o nosso santo Anjo da Guarda. E para ele a Igreja ditou uma das mais belas orações, que diz: 
"Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador, já que a ti me confiou a Piedade Divina, sempre me rege, me guarda, me governa e ilumina, agora e sempre. Assim seja"."
 - Por: Dom Total

01/10/2014

Santa Teresinha do Menino Jesus...


"Percebi que a única coisa
necessária era unir-me mais a
Jesus, e o resto me seria dado de
acréscimo."
 Sta. Teresinha.
"A vida da santa Teresa de Lisieux, ou santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, seu nome de religiosa e como o povo carinhosamente a prefere chamar, marca na história da Igreja uma nova forma de entregar-se à religiosidade. No lugar do medo do "Deus duro e vingador", ela coloca o amor puro e total a Jesus como um fim em si mesmo para toda a existência eterna. Um amor puro, infantil e total, como deixaria registrado nos livros "Infância espiritual" e "História de uma alma", editados a partir de seus escritos. Sua vida foi breve, mas plena de dedicação e entrega. Morreu virgem como Maria, a Mãe que venerava, e jovem como o amor que vivenciava a Jesus, pela pura ação do Espírito Santo.

Teresinha nasceu em Alençon, na França, em 2 de janeiro de 1873. Foi batizada com o nome de Maria Francisca Martin e desde então destinada ao serviço religioso, assim como suas quatro irmãs. Os pais, quando jovens, sonhavam em servir a Deus. Mas circunstâncias especiais os impediram e a mãe prometeu ao Senhor que cumpriria seu papel de genitora terrena, mas que suas filhas trilhariam o caminho da fé. E assim foi, com entusiasmada aceitação por parte de Teresinha desde a mais tenra idade.

Caçula, viu as irmãs mais velhas, uma a uma, consagrando-se a Deus até chegar sua vez. Mas a vontade de segui-las era tanta que não quis nem esperar a idade correta. Aos quinze anos, conseguiu permissão para entrar no Carmelo, em Lisieux, permissão concedida especial e pessoalmente pelo papa Leão XIII.

Ela própria escreveu que, para servir a Jesus, desejava ser cavaleiro das cruzadas, padre, apóstolo, evangelista, mártir... Mas ao perceber que o amor supremo era a fonte de todas essas missões, depositou nele sua vida. Sua obra não frutificou pela ação evangelizadora ou atividade caritativa, mas sim em oração, sacrifícios, provações, penitências e imolações, santificando o seu cotidiano enquanto carmelita. Essa vivência foi registrada dia a dia, sendo depois editada, perpetuando-se como livro de cabeceira de religiosos, leigos e da elite dos teólogos, filósofos e pensadores do século XX.

Teresinha teve seus últimos anos consumidos pela terrível tuberculose, que, no entanto, não venceu sua paciência com os desígnios do Supremo. Morreu em 1° de outubro de 1897, com vinte e quatro anos, depois de prometer uma chuva de rosas sobre a Terra quando expirasse. Essa chuva ainda cai sobre nós, em forma de uma quantidade incalculável de graças e milagres alcançados através de sua intervenção em favor de seus devotos.

Teresa de Lisieux foi beatificada em 1923 e canonizada em 1925 pelo papa Pio XI. Ela, que durante toda a sua vida teve um grande desejo de evangelizar e ofereceu sua vida à causa missionária, foi aclamada, dois anos depois, pelo mesmo pontífice, como "padroeira especial de todos os missionários, homens e mulheres, e das missões existentes em todo o universo, tendo o mesmo título de são Francisco Xavier". Esta "grande santa dos tempos modernos" foi proclamada doutora da Igreja pelo papa" - Fonte: Dom Total

29/09/2014

Santos Arcanjos Miguel, Rafael e Gabriel



Hoje a Igreja celebra a festa em memória aos Arcanjos Miguel, Rafael e Gabriel.

- São Miguel é o Arcanjo que nos auxilia e defende nas batalhas contra o malígno. Há uma passagem nas Sagradas Escrituras que me impressiona muito sobre São Miguel Arcanjo. Está na Carta de São Judas, capítulo único, versículo 9:

"Ora, quando o arcanjo Miguel discutia com o demônio e lhe disputava o corpo de Moisés, não ousou fulminar contra ele uma sentença de execração, mas disse somente: Que o próprio Senhor te repreenda!"

Neste versículo compreendo que, apesar do mal ter que ser combatido, não somos juízes! A exemplo de São Miguel Arcanjo, não devemos ousar sair por aí condenando as pessoas com nossos julgamentos e condenações. Isso é com Deus e elas. Podemos até discutir, mas dentro da caridade de Cristo. Lembremos que o ensinamento de Cristo é vencer o mal com o bem.

Oração:
São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio! Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos; e vós, Príncipe da Milícia Celeste, pelo poder Divino, precipitai ao inferno a satanás e a todos os espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.


- São Rafael é o Arcanjo que olha por nossa saúde e também segurança nas viagens. Sobre esse Arcanjo temos relato no livro de Tobias no Antigo Testamento. Ele é companheiro de viagem e dá instruções que são seguidas, assim os personagens se livram dos males que os afligiam. Gosto muito desse livro, especialmente da parte em que o jovem casal, antes de dormir, reza. Quantos casais param para fazer uma prece antes de dormirem? Pois é, pois é...

Oração:
Glorioso Arcanjo Rafael, que dignastes tomar a aparência de um simples viajante para vos fazer o protetor do jovem Tobias. Ensinai-nos a viver sobrenaturalmente, elevando sem cessar nossas almas, acima das coisas terrestres. Vinde em nosso socorro no momento das tentações e ajudai-nos a afastar de nossas almas e de nossos trabalhos todas as influências do inferno. Ensinai-nos a viver neste espírito de fé que sabe reconhecer a misericórdia divina em todas as provações e as utilizar para a salvação de nossas almas.
Obtende-nos a graça de uma inteira conformidade com a vontade divina: seja que ela nos conceda a cura dos nossos males ou que recuse o que lhe pedimos. São Rafael, guia, protetor e companheiro de Tobias, dirigi-nos no caminho da salvação, preservai-nos de todo perigo e conduzi-nos ao céu. Assim seja.

- São Gabriel é o Arcanjo da Anunciação. Foi ele que apareceu à Virgem Maria e anunciou o nascimento de Cristo. Esse Arcanjo nos auxilia a ouvir e atender as inspirações Divinas, a sermos dóceis e dizer SIM à vontade de Deus.

Oração:
São Gabriel Arcanjo, Anjo da encarnação, mensageiro fiel de Deus, abri os nossos ouvidos para que possam captar até as mais suaves sugestões e apelos de graça emanados do coração amabilíssimo de Nosso Senhor. Nós vos pedimos que fiqueis sempre junto de nós para que, compreendendo bem a Palavra de Deus e Suas inspirações, saibamos obedecer-lhe, cumprindo docilmente aquilo que Deus quer de nós. Fazei que estejamos sempre disponíveis e vigilantes. Que o Senhor, quando vier, não nos encontre dormindo. Amém.

13/09/2014

Vivendo pela fé



Senhor, não compreendo muito bem o porquê de me quereres assim nesse caminho, mas, se o queres, sei que é o melhor para mim.

De fato, se me afasto desse caminho, enfraqueço, fico à deriva nas ideias do mundo, perco a paz e a alegria de viver. Mas tão logo me volto a Ti, Jesus, me apresentas esse caminho, e se creio, e se digo SIM, a paz, a alegria e a força retornam a minha alma. Te sinto tão perto, que de nada mais pareço precisar...

12/09/2014

Jesus no leme...



Como desejei e rezei para voltar a ter a pureza da fé, que já estava maculada por tantos bla-bla-blas das crenças por aí. Cada um dizendo "é assim", outro, "não, é assim". Eu já nem sabia mais de nada, era um barco à deriva. De repente, Jesus toma o leme!! Ah, não quero mais largar Ele, não!

09/09/2014

Sinto um amor tão grande...

Sinto um amor tão grande por Jesus Cristo... Sinto um amor tão grande pela Virgem Maria...

Jesus, que quiseste Te dar todo a mim, a Ti, toda me dou.

Maria, que me deste Jesus, causa da minha maior felicidade, também Te dou a alegria de chamar-Te: Mãezinha!
"Ave, Cheia de Graça! Ave, Cheia de Amor!
Salve, ó Mãe de Jesus! A Ti nosso canto e o nosso louvor."

02/09/2014

Confirmação

A Palavra de Deus confirma Sua vontade sobre minha vida:

"Ó Senhor, convém cantar vosso louvor com um hino em Sião! E cumprir os nossos votos e promessas, pois ouvis a oração."
Salmo 64, 2-3.

30/08/2014

Ao Imaculado Coração


Virgem Mãe, Senhora nossa,
De tantos nomes és Maria simplesmente.
Cheia de Graça, és bendita,
Por sobre o mundo e no Céu pra sempre.

*

Consagro minha vida
Ao Vosso Imaculado Coração.
Sobre mim e meus queridos
Concedei Vossa fiel proteção.

*

Todos os dias da minha vida
Seja consolo para Vós e Jesus.
Vai também o meu pedido
Que todos possam vislumbrar a Luz.

*

Ao Pai que Vos poupou da culpa,
Ao Filho que no ventre gerastes,
E ao Espírito de que és plena
Honra e glória pelos séculos. Amém.

29/08/2014

Ao raiar deste novo dia



Ao raiar deste novo dia

Venho, ó Senhor, ofertar

Minha vida em total entrega

O meu próximo e também o meu lar

 *

As batidas do meu coração

Alegrias e momentos de dor

Minha própria respiração

Sejam como atos de amor

 *

Concedei-me fidelidade

De amar-Vos constantemente

Com pureza de coração

De língua e também de mente
*

No Vosso Coração, ó Jesus

O meu sempre possa estar

E ser suave perfume

Como incenso do Vosso altar

 *

Glória ao Pai Eterno Criador

E a Vós, Unigênito do Pai

Que com o Espírito Paráclito

Eternamente reinais.

22/07/2014

Paixão Augusta



Suave, o Sol dissipa as névoas
De uma noite longa de inverno
Que, em círculo, andando léguas
Queimava a alma como num inferno
*

Desperta, pois, para viver a justa
Liberdade dos que se deixam prender
Pelos laços da Paixão Augusta
Para no Caminho apenas ascender
*

Segue tranquila a fase bonança
Navega antes do Sol se pôr
"Não, esse Sol não se põe, criança
*

Àqueles que despertam ao Amor
Só não durmas, mantém confiança
E te aconchegue no Meu calor"

18/07/2014

Dia excepcional!


Obrigada, meu Deus, por ter me preservado para esse dia, para poder provar desse sentimento de estar plena de Ti, do Teu Amor, da Tua Paz! E poder finalmente sentir que tudo que passei, todas as dores, decepções, frustrações, TUDO, eram para que eu reconhecesse esse momento de hoje, um dia excepcional, no qual nada me faz falta, pois Teu Amor me preenche completamente. Vejo orações antigas atendidas. Vejo que em TUDO apenas estavas atendendo minhas preces. Mas não porque meramente pedi, mas antes de tudo, porque foste Tu que me moveste a fazê-las. Era Teu plano que eu pedisse, para poderes realizar. Assim posso viver, Senhor! Assim quero viver o quanto tempo for ainda preciso neste plano. Mas fica comigo! Fica comigo assim bem perto, porque senão as trevas me assombram, e é penoso demais. Eu Te amo, meu Deus! Eu Te amo, Jesus Cristo! Teu é o meu coração, minha alma, minha vida! Amém.

07/07/2014

Não mais passará



O dia era lindo, sol brilhando...
No peito, no entanto, apenas
Um alguém triste, agonizando,
Descrente do amor da graça:
"Onde está Deus que não passa?"
Ele passa, mas quem só percebe
É o atento que O segue.
A chuva só molha quem se descobre
Das vestes, das máscaras...
Quem se descobre, descobre a si,
E a Deus que também mora ali,
E já não mais passará,
Pois que veio para ficar.

09/05/2014

Armadura. . .



É porque das minhas lutas eu conheço,
Que com ternura me olho sem piedade.
A Deus, pelo meu corpo, eu agradeço,
Armadura a me proteger de verdade.
*

A Força encontrei na minha fraqueza,
Para sorrir e me felicitar, finalmente,
Vendo meu "mal" torna-se real presente,
A salvar-me de enganos de vil sutileza.

*

Sim, pesa! Dia-após-dia esta armadura.
Tantas vezes eu quis dela me desfazer,
Tentando até consumar fatal loucura.
*

Mas se nela em si não há o menor prazer,
Vesti-la sorrindo é sinal de bravura.
Duma mulher que não se deixa vencer.

29/04/2014

A enxada



Ela é a companheira fiel
Que bem cedo de madrugada
Leva ao ombro seu Gabriel,
Bem feliz, sua velha enxada.
*

Instrumento de mui'valor
Para o cultivo da terra.
Tal pra cozinha, a panela,
É a enxada pro agricultor.
*

Prepara o chão à semente,
Pra bem poder germinar.
Depois crescer feito gente
*

E a fome do povo saciar.
Tão feliz Gabriel se sente
Dá pra ver no seu olhar.

27/04/2014

Como criar boas postagens em um blog


A parte mais importante de um blog é o conteúdo. Um design bonito e funcional também é importante, porém se o blog não tiver um conteúdo criativo e bem elaborado, dificilmente conseguirá leitores de qualidade que o leia com frequência considerável.

É muito simples criar uma postagem bem feita em um blog. No entanto a criatividade e coerência irá depender sempre de quem escreve. Vou mostrar hoje uns segredinhos que na minha opinião dão maior valor a uma postagem.
1. Alinhamento do texto
Dê preferência ao alinhamento justificado quando você for escrever textos como narrativas, crônicas, enfim, textos de forma geral. O alinhamento justificado deixa o texto mais elegante e profissional. 
2. Imagens que ilustrem o conteúdo
Sabemos que uma imagem pode dizer mais que mil palavras. Muitos leitores são atraídos a lerem o post apenas pela imagem. Saiba então escolher uma imagem que ilustre da melhor maneira possível o conteúdo da sua publicação. Tenha sempre no mínimo uma imagem para sua postagem, mas tome também cuidado com os excessos, a não ser que seu blog tenha por foco a exposição de imagens, tipo um fotoblog, ou se você for um cartunista, etc.
3. Título
Crie um título exclusivo para cada postagem com o menor número de palavras possível, e que sempre enfoquem o conteúdo da publicação. Evite ultrapassar uma linha e meia. Isso ajudará os mecanismos de busca colocarem seu post em destaque, caso seja pesquisado algo relacionado ao seu conteúdo.
4. Parágrafos
Os parágrafos são muito importantes para a leitura de um texto não ficar enfadonha e confusa, assim como uma correta pontuação. Dê o espaço de uma linha para expor uma nova ideia dentro do mesmo assunto a ser publicado, criando assim um novo parágrafo.
5. Marcadores e tags
Muito importante não esquecer de dar para cada postagem seus devidos marcadores e tags. Eles facilitarão os mecanismos de busca a encontrarem sua publicação, como também ajudará o visitante a navegar em seu blog e encontrar posts que não aparecem mais na página inicial. Lembre-se: Marcadores são o assunto em que se enquadra a postagem, enquanto as tags são palavras-chaves dentro do assunto da postagem. PS: No Blogger só é possível dar marcadores para as postagens.
6. Revisão ortográfica
Uma boa revisão ortográfica é essencial se você deseja que seu conteúdo seja levado à sério. Errar é humano, mas que não seja por negligência, né? Na dúvida, consulte um dicionário. Escreva as palavras inteiras. Nada de pensar que sua postagem é um bate-papo e que não fará mal em abreviar umas palavrinhas. Se estiver com pressa, deixe para publicar outra hora, outro dia, contudo, por favor, não publique sem antes fazer uma boa revisão ortográfica.
7. Não seja plagiador
Quanto ao uso de imagens e textos alheios, é importante tomar cuidado com os créditos pessoais. Seja criativo! Seja competente! Elabore seu próprio conteúdo e use imagens próprias. Mas, enfim, se for utilizar imagens e citações da internet, dê SEMPRE os créditos se souber a autoria. Nunca, jamais, em hipótese alguma poste qualquer coisa alheia como se fosse criada por você. Isso é plágio e plágio é crime. Evite dores de cabeça, ok?
___________________________

Por hoje é isso. 
Beijoka!

20/04/2014

Vejo a poesia



Eu vejo a poesia, e não é de hoje.
A vejo roçando as árvores.
A vejo nas cercas, nas pedras, no asfalto,
Assim como nas flores e nas borboletas.
No por do sol, na lua e nas estrelas.
E nos meus tombos eu também vejo,
Nas mãos daqueles que me erguem,
Que me ajudam.
Desde tenra idade que vejo a poesia.
A primeira vez foi no azul do céu.
Tinha alguma coisa...
E pensei que via a Deus.
Quem sabe se não via?
Porque seriamente desconfio
Que Deus também seja poesia.
A grande e incontestável Poesia,
Que bem poucos, muito poucos,
Conseguem contemplar.
Assim segui vendo a poesia em tudo.
A poesia me sorri e me leva pela mão,
A desejar ver além da ilusão.
A desejar ser também poesia!

18/04/2014

Dor que ainda arde



Muitos séculos se passaram
Desde que a morte Eu vivi.
Muitos até se imaginaram
Sofrendo tudo o que sofri.
*

Mas poucos de fato sabem
Das Minhas dores a pior.
É aquela que ainda arde
Por ver em vão o Meu suor
*

De sangue, por tantos que
Tanto amo e mesmo assim,
Não querem do Amor saber
Punindo-se a um triste fim.
*

Vede que Sou o Caminho.
Do Amor, Senhor e Mestre.
Eu estou sempre contigo
Até quando tu não quiseste.
*

Sabes que tua vida vou levar
Assim que o relógio bater.
Mas meu Amor faz esperar
Para que teu amor eu venha ter.
*

Teu amor é a minha glória.
Por teu amor foi que Eu morri.
Tu me dás teu amor e vitória
Quando amas o próximo e a ti.

27/02/2014

Purgatório



Sulca-me o dorso o arado da vida

Arrancando-me gemidos e lágrimas de sangue

Sem piedade purga-me a alma criminosa

Cansada, porém, estou dessa vida sofrida

*

Calma, diz a brisa serena, segue adiante

Imagina, não poderia ser d'outra forma

Sim, não poderia, você sabe muito bem

Só com muita dor o carvão torna-se diamante.

11/02/2014

A tesoura...



Tenho uma tesoura velha e enferrujada

Dentro d’uma gaveta vive abandonada

Afinal, obviamente, ela não corta mais nada

*

Atirá-la ao lixo não o farei por certo

Pois quero, sim, tê-la sempre por perto,

Mesmo velhinha e inútil, sob o mesmo teto

*

É que essa tesoura é de estimação

Cortava tudo, tecido, barbante e papelão

Só não cortava a saudade do coração

*

Sim essa velhinha me é muito querida

Quantas gazes já cortou para minhas feridas

Do corpo, que da alma não tem jeito ainda

*

Ah, minha tesoura velha e enferrujada

Dentro da gaveta vive inutilizada

Vou já te dar um trato e uma boa amolada.

28/01/2014

O sorriso



O sorriso ilumina todo ambiente em volta.

O sorriso vai, o sorriso volta.

O sorriso franco de quem quer iluminar

Acaba a si mesmo iluminando.

Doe um sorriso mesmo que doe.

Se ame e siga amando!

12/01/2014

Há muito mais no universo!



Há muito mais no universo do que meus olhos veem.

Há muito mais na vida do que minha pele sente.

Há muito mais na dor do que esse sofrimento impiedoso...